GILBERTO GIL – Sol em câncer – Gilberto Gil, um dos maiores ícones da música popular brasileira, cantor, compositor e político fez a sua parte como todo bom canceriano e estabeleceu uma família e filhos com menos de 25 anos de idade. A imaginação sutil deste signo lunar é responsável pelas lindas canções compostas por Gil, que falam de amor, espiritualidade, presença da força mulher, além de uma forte ligação com o cosmo e as leis que regem o universo. Tudo tão bem expressado em letras que nos dão preciosas lições espirituais. A música “Super Homem”, por exemplo, expressa o sentimento dentro do homem canceriano elevado, que é consciente do papel da mulher na sociedade e não esconde seu lado feminino, o qual convive muito bem com ele, através da expressão da arte, sensibilidade, carinho, dedicação e afeto para com a parceira. Tem uma parte da letra da música que diz: Um dia viver a ilusão de que ser homem bastaria, que o mundo masculino tudo me daria, do que eu quisesse ter, que nada, minha porção mulher que até então se resguardara, é a porção melhor que trago em mim agora, é que me faz viver, quem dera pudesse todo homem compreender oh mãe quem dera, ser o verão, o apogeu da primavera, e só por ela ser. Talvez, o canceriano seja um dos poucos homens do zodíaco que é capaz de dividir as tarefas do lar com sua esposa. Para ele é absolutamente normal pegar os filhos no colégio e aprender como se troca uma fralda de bebê. Se o homem pode ter todas estas qualidades, só me resta dizer, que no lar e para a família, a canceriana é sempre um exemplo de dedicação.